Perfil
Fotografia escondida

Pra te ver
Não preciso fechar os olhos
Não preciso abrir os olhos
Você está aqui dentro
Na mente
Na alma
No coração

Você faz parte
De minha noite
Da vida e da folia
De cada segundo do meu dia

Eu te vejo nas flores
Eu te sinto nas dores
Eu te pressinto em cheiros
E sabores

Não precisa fechar os olhos
Se a mim não quer ver
Não precisa trancar o coração
Se a min não quer amar

Segue seu caminho divergente
Segue o rio em sua corrente
Mesmo que deságüe no mar
Mesmo que o vento esteja a soprar
suas velas para outro lugar


Sem fim



Cai a chuva
Cai o mundo
Cai o carro no viaduto
Cai a carroça na valeta
Cai a menina da mureta
Cai tudo
Só não cai a vida
Assumida
Re-erguida
Não cai da paródia da lida
Mesmo quando sem saída
Continua, continua
Numa eterna batida
Mesmo se falida
O dia sempre vai nascer
Logo após o último grão
De negra escuridão
.
.
.
.


Atiro poesia no ar
Jogo tinta em tela
Teço, crio e recrio pequenas almas
A brincar...

Artesã em tempo integral
Administradora em tempo oficial
Mil faces
Assim, vou a passos largos pela vida

Formada em Letras, com ênfase em literatura portuguesa;
formada em administração com ênfase em finanças, com
trilhas por meio da Economia e da Matemática.
Assim, sou um tantinho humana, outro tantinho exata,
dividida, multiplicada
Pelo mundo afora...