Textos

Vago



A noite cai
Percorro nuvens na calda luminosa
Tateio, busco e encontro
O espaço, vago, profundo, confuso
Do meu desencontro

Penso, repenso, sem resposta
Sem clara luz do entendimento
Sem clara luz da compreensão
Perco-me neste vão momento
Do vago espaço à minha porta

Percorro milhas, atravesso
O universo
Volto ao mesmo ponto
Vago do meu consciente
Viro-me passo reverso
Torno-me indigente
Sem nexo, inverso
Da minha mente
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 15/06/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários