Textos


Como poderia eu de ti me afastar?
Se minha alegria é te ver sorrir?
Se meu alento será sempre te amar?
Com’então pensas que poderia eu partir?

Teus caminhos são também meus espaços
E neles confio todos os meus passos
Meu caminho está tão bem traçado
No embalo dos braços do meu amado

Se me afasto de ti perco minha magia
Vir’alma sem alma de olhar apagado
Não saberei mais se é noite ou se é dia

E não terei mais vontade de cantar
Mas se fico contigo volta alegria
E toda a minha vontade de te amar.
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 20/02/2006
Alterado em 12/12/2007
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários