Textos

Amigo

Para Tiago


Se você vai até a esquina
Volte de vez em quando
Diga um olá
Dê um abraço
Conte como vai

Se,
Amigo do peito -
Contar histórias, ouvir outras tantas
Estenda a mão, divida a ilusão
Da volta esperada!
Vá pela estrada
Olhando à direita
Tem sempre um atalho
Retorno à esquerda
Só pra contar como vai

Nos passos
Apressados
Esqueça o compasso
Se perca no ritmo
Não diga Adeus
Até breve é mais fácil
De engolir
De diluir
Em areias escassas, esparsas
Do tempo a fluir
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 27/04/2008
Alterado em 22/10/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários