Textos

Retratando a saudade



Re-trato minha saudade
Re-faço meus caminhos
Re-vejo meus laços
Em busca dos teus carinhos

No trato, retrato a saudade em
Pedaços de trapo pra secar lágrimas
Que deslizam, rodopiam, escorrem em
Sulcos e depois secam, acabam,
Finalizam sem marcas ou retratos.

No suave traçado, refeitas as trilhas mal
Calçadas, agora tão lisas e fáceis de
Trafegar. Um passo e re-traço meu passo
Pra caminhar – repasso a saudade e faço
Amizades num suave sonhar.

Laços revistos, desfeitos, malfeitos,
Contrafeitos, em efeitos de pergaminho
Vejo e revejo como luz nos caminhos
Os traços refeitos, rascunhos mal feitos
De outras estradas não mais percorridas
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 16/09/2006
Alterado em 09/12/2007
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários